terça-feira, 11 de março de 2014

Andaraí - Cora - Rio 40º

Olá.
Tudo?
Tudo!
E quem é que se lembra do tempo em que o Dondon jogava no Andaraí?
Eu é que não, com certeza, que nem sei quem catanos é o Dondon e nem faço ideia de onde diabos é o Andaraí. Mas lembro-me disto ser uma música que passava na novela "Celebridade" e não tinha como não a associar a esta gosma.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Andaraí - Cora - Rio 40º

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Infelizmente ao contrário do tal Dondon, que ao que parece era um craque do catano, este Andaraí deixa muito a desejar.
O que eu chorei e babei na fronha a sonhar com esta colecção da Cora. Não só porque as cores eram do mais fofo que há, como a temática me faz lembrar os dias que passei com a outra metade de mim, a Fernanda, lá na terra onde ela se foi lembrar de nascer, a mais de 7.723 km de distância de mim. Como raios é que eu hei-de me sentir completa, se moro tanto em Lisboa quanto no Rio de Janeiro ao mesmo tempo? Paradoxos do catano....
Bom, a minha amada Clo, comovida que ficou com a minha quase histeria em relação a esta colecção, lá se me conseguiu as gosmas que eu almejava. Umas pela cor (como este caso), outras pelo nome, como a Vila Isabel, onde fui tão feliz a assistir a um show do Lulu santos... *suspiro*
Seja como seja, há algo que parece ser comum a todos os vernizes desta colecção: são mais aguados que um cão vádio à porta de um talho. 
Este Andaraí foram APENAS quatro camadas, e mesmo assim acho que ainda estava a precisar de mais uma para ficar como deve de ser. Claro que quatro camadas é onde traço o meu limite. Se precisar chegar às cinco, prefiro pegar no frasco e atirá-lo violentamente contra um muro.
Entõa, compto final, tema: fantástico. Cor: maravilhosa. Opacidade: chichi de gnomo que anda a tomar diuréticos há vários anos.
Desilusão a um nível épico.

2 comentários:

Mina disse...

Quase nunca tenho tempo para comentar mas leio sempre os teus posts! E hoje tive de partilhar com o mais que tudo a fenomenal comparação "mais aguados que cão vadio à porta do talho"
Girl, you rock! :D

Ju Balbino disse...

esses verdes ficam bonitos nas suas mãos...
mas a Cora precisa mesmo melhorar na pigmentação dos esmaltes :S

bjoos