quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Cosmos - Indie-Ota Nail Polish

Olá.
Tudo?
Tudo!
Seja o que seja que eu faça na vida, desde o mais relevante ao mais fútil (como é o caso agora), uma coisa permeia sempre cada passo que dou, porque ela é a base para uma grande parte da minha personalidade.
Um dos grandes mestres da minha vida foi, e continua a ser, o professor Carl Sagan.
Quantos, como eu, foram arrancados da treva do pensamento básico infantil, e lançados na mais incrível, apaixonante e irretornável viagem que é a descoberta do Universo, exactamente pela mão segura deste génio da comunicação?
O programa Cosmos abriu a janela do Universo a mais de 500 milhões de pessoas. O segredo desta série foi o talento de comunicador de Sagan, capaz de desmitificar o que até então fora informação científica inacessível. A versão escrita deste programa continua a ser o livro de divulgação científica mais vendido da história.
E é essa mesma paixão pelo conhecimento e pela divulgação simplificada do mesmo, que me norteia na vida.
O tio Sagan disse uma vez que "não explicar a ciência parece-me ser algo de perverso. Quando estamos apaixonados, queremos dizê-lo ao mundo todo", e é bem isso.
Muita gente há por aí que é anti-herói, anti-ídolo, que encara com esgares de superioridade essa coisa patética de se admirar alguém e de se querer moldar a um exemplo de quem consideramos ser inspirado e inspirador. Tenho pena dessa gente. O cinísmo destrói a alma e a nossa capacidade de nos relacionarmos de forma humilde com tudo o que nos rodeia. Quando achamos que não temos que admirar ninguém, é porque nos achamos superiores a tudo. E isso, enfim, é perturbador.
Eu admiro muita gente e há muitos exemplos que vou passar uma vida inteira a querer seguir. O maior deles todos é, sem sombra de dúvida, o do grande tio Carl.
Da astrofísica para a gosma, porque nem só de Nuvens de Oort e de Cinturas de Kuiper vive o Homem!
O meu mais primevo e maior amor gósmico foi o Cosmic, da Eyeko. Gosma preta toda pontilhada de brilhinhos holográficos mini micro, exactamente como que se de uma fotografia tirada pelo Hubble se tratasse. Claro que, como é a gosma mais perfeita da história, saiu de linha de produção em pouco tempo para nunca mais voltar.
A partir daí vivi numa busca incessante para o substituir na minha linha temporal de amores.
Hoje apresento-vos uma versão desse Cosmic, mas com a minha marca pessoal.
Lembrando que a base não contem tolueno e nem formaldeído e os glitters utilizados são resistentes a bases solventes. Cada frasco de 6ml são 4€.
 Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Cosmos - Indie-Ota Nail Polish

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Vamos dar aqui umas pinceladas de topcoat para ver como fica.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Ora então o Cosmos é uma base preta, com os tais micro brilhos holográficos inclusos. Aqui estão duas camadas directamente aplicadas em cima da unha e, como podem ver, cobre perfeitamente com essas duas camadas.
Assim que seca ele fica uma espécie de sand mas a atirar ao leather, naquilo a que chamei de Chapiscated Effect.
Eu, particularmente, aprecio deveras o acabamento texturizado da coisa, mas para quem prefere uma superfície mais espelhada, nada que não se possa resolver com umas boas pinceladas de um topcoat assim para o mais grossinho (eu uso o Poshé). Num instante eis que um céu estrelado, liso e refulgente, se vos apresenta nas unhas.
Como as fotografias dificilmente capturam os efeitos de brilho neste tipo de visco, eis um pequeno episódio do Cosmos, para que se possam maravilhar com a beleza deste universo.

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Colecção Sai-Fai - Indie-Ota Nail Polish

Olá.
Tudo?
Tudo!
Desde tenra idade que esta vossa que vos escreve sempre foi ageekalhada (neologismo que indica a condição de ser ser um cromo, o correspondente ao modernaço "geek"). Em termos científicos sempre me interessou o espaço, e em termos lúdicos também. Assim sendo não havia nada que a bebé apreciasse mais do que as séries de ficção científica que, felizmente, abundavam na televisão portuguesa dos idos de 80. Papei-as todas! Adorava aquilo. Não havia nada, por mais ranhoso que fosse, que eu não saudasse a chegada com entusiasmo. Nada mais justo então que me continuem a inspirar, como sempre o fizeram anteriormente.
Assim sendo, eis a "Sai-Fai". Todos os veículos espaciais para as unhas aqui representados são 5Free, em frascos de 6 ml, e custam 4€ cada um.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
"Espaço: a fronteira final. Estas são as viagens da nave estelar Enterprise. Em sua missão de cinco anos... para explorar novos mundos... para pesquisar novas vidas... novas civilizações... audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve."
Para qualquer nerd que se preze, nem é preciso dizer mais nada para que saltem saudações de dedos em V, dois para cada lado, e desejos de que todo o meu povo tenha uma vida longa e próspera.
Se por um lado é bem verdade que o Star Trek está longe de ser uma série da minha geração (foi de 1966 a 1969), verdade é também que esta mítica jornada pelas estrelas em muito transcendeu os seus míseros 79 episódios na década de 60 e se tornou um clásico mundial. Mostrem-me uma pessoa que não sabe quem é o Spock ou o Capitão Kirk, e eu mostro-vos  um balde de esterco acéfalo que habitou uma gruta funda nas montanhas do Nepal durante os últimos 90 anos.
A bem representar os maravilhosos pijaminhas fashion que a tripulação estelar envergava, eis que vos trago glitter hexagonal e quadrado, de vários tamanhos, mate neon, em azul, rosa choque e amarelo, todos eles nadando no tecido espacio-temporal de gosma transparente, 5Free, que permite que se utilize de cor de base o que quisermos, de modo a obtermos um multiverso de resultados finais.

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Star Trek - Indie-Ota Nail Polish
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
"Helena, Helena"... ahhh, quem nunca sonhou em ter umas botas como as da drª Helena Russell não sabe o que é viver. Espaço: 1999, esse sim o Star Trek da minha geração.
Na minha recordação aquilo era um redemoínho de acção, uma loucura de movimento, uma explosão de luz e cor!
Conselho da grande deusa: jamais voltem a um sítio onde foram felizes. Revi um episódio recentemente e aquilo, basicamente, era uma data de gente acinzentada, tudo em comas profundos, com portas de cartão que fazem "pff pff" a abrir e a fechar. Triste.
Mas como, felizmente, a minha imaginação é grande, volto aos meus imberbes anos de pré adolescência e continuo a achar aquilo o máximo!
Mais colorido que a série original é esta glitter branco, preto, rosa, lilás, de vários tamanhos, que boia no espaço profundo de uma base incolor 5Free.
 Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Espaço: 1999 - Indie-Ota Nail Polish
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
E sei dizer que tinha eu os meus 5 anos quando sou arrebatada por aquela que creio ter sido a minha primeira paixoneta televisiva. Da bonança das entranhas do comandante Adama (notem o fino recorte de ter ído buscar a série mais mítica onde Lorne Greene previamente participou para construir esta frase), saíu Apollo. E haveria nome melhor para este deus grego que se me deixava mais embevecida que a própria Abelha Maia naquela altura? Dificilmente.
No entanto, lá está, tive a infeliz ideia de revisitar a série e realmente, enfim, ou os meus gostos mudaram muito, ou o Apollo era favorecido pelo preto e branco nacional que reinava nos nossos televisores no início dos anos 80.
Bem mais colorida que a realidade que ensombrou as minhas fantasias, é esta gosma. Em base transparente 5 Free nada toda uma miríade de loucos glitters de várias cores e tamanhos. O laranja, rosa neon e verde são muito mais vibrantes ao vivo do que nas fotos. Acho que tiveram medo dos cylons e estão a tentar passar despercebidos. Pena.
 Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Galactica - Indie-Ota Nail Polish
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Não podia terminar este quarteto de ficção espacial sem vos trazer um dos meus amores/ódios de infância.
Eu explico. Se por um lado eu simplesmente adorava e devorava com olhinhos ávidos todo e qualquer segundo de menção espacial televisiva e, por isso, amava que existisse o Buck Rogers no séc. 25, por outro lado tinha um intenso asco aquele que deve ser o actor mais seboso, parolo e gebo da história da ficção científica. Que catanos é este Buck Rogers?? Um merceeiro que ficou congelado enquanto pesava 750grs de mortadela para a Dª Milu, e foi-se me ao microondas no século 25, para assim atormentar o futuro com todo o seu gingar azeitolas.
Não fosse a presença de Gil Gerard ser pouco asquerosa, contamos ainda com a presença de Twiki na equação. Que "ser" um Twiki? Uma coisa medonha que faria Azimov vomitar em espirais concêntricas. É um andróide (pausa para rir) com braços feitos a partir de tubos de aspirador e com um cabelinho à fo**-se perfeitamente inenarrável e incompreensível em qualquer século, quanto mais no 25! Ainda hoje tenho pesadelos com aquele "twikitwikitwiki" dos infernos que a maquineta repetia incessantemente.
No entanto, e por mais medonha que seja a série, não deixa de ser ficção científica e, mais importantemente ainda, não deixa de fazer parte do meu imaginário infantil e, por isso, lhe tenho afecto.
Fui generosa com ela e tratei-a de forma digna nesta sua representação gósmica. Numa base incolor 5Free nadam glitters rosa e brancos de vários tamanhos. Fazem-se coisas fofinhas com eles, ao contrário do que se poderia eventualmente fazer com o Gil Gerard.
 Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Buck Rogers no séc. 25 - Indie-Ota Nail Polish
Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Não foi exactamente uma viagem interestelar, a uma velocidade de warp 5, através dos wormholes da vida, mas não deixou de ser um agradável passeio pelas galáxias da memória, e uma exploração da criatividade humana que tanto prazer trouxe às nossas fervilhantes cabecinhas infanto-juvenís, que se maravilhavam perante as promessas que o futuro reservava.
Sei dizer que em 1999 estávamos longe de habitar uma base lunar alpha, ou sequer de ter portas que fazer "pfff pfff", mas pouco depois disso tinhamos telefones sem fio, caixinhas que aquecem a comida e derretem chocolate em segundos, e até podemos falar com alguém, do outro lado do mundo, enquanto os vemos num ecrã. E tudo isto é tão corriqueiro que nem percebemos que a nossa realidade é mais ficção científica do que aquela que crescemos a assistir.