segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Única - La Femme (holográfico)

Olá.
Tudo?
Tudo!
A primeira vez que vi esta gosma na net fiquei encantada.
Para minha grande sorte ele era o único da colecção (a fazer jus ao nome) que estava esgotado na pessoa que os estava a vender. Ah, que bom. (sarcasmo)
Mas como eu sou a pessoa mais azarada do mundo nestas coisas mas, ao mesmo tempo, a mais sortuda do mundo em termos de guélfréndz das gosmas, a minha querida Clo já o tinha lá para mim, mesmo sem eu lho ter pedido. Ele há coisas.... era o destino!























E se ele realmente vale a pena toda a piquena loucura e múltiplos faniquitos que investi emocionalmente nele!
À parte de ser realmente bonito, o mais importante é que ele é bem original. Peça única na minha colecção. Deve ser esse mesmo facto que influenciou no nome que resolveram dar aos gosmoso.
Um verde estranho, com bastante amarelo, nem escuro e nem claro, com uma holografia dispersa, super interessante, que resulta num efeito final fascinante, que nos faz mirar as unhas de vez em quando, como que hipnotizadas perante a estranheza disto. Uma estranheza cativante e - repito-me - Única. Ainda por cima é extremamente fácil de usar, ultra cremoso e pigmentado, parece que estamos a pintar as unhas com margarina colorida. Boa secagem e brilho super decente, tendo em consideração que é um holográfico. Vale o amor.

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Ibiza - Penélope Luz (Sand)

Olá.
Tudo?
Tudo!
Sou sincera, Ibiza é aquele tipo de palavra que eu ouço e, instantâneamente, sinto azeite oleoso e com uma ponta de ranço a escorrer-se-me pelas costas abaixo.
Há lá coisa mais sopeira que esse destino de férias, onde putos e velhas inglesas, tudo podre de bêbado, se tentam engatar mutuamente às 4 da matina, enquanto vomitam o rum barato do Lidl que beberam por um funil, de cabeça para baixo enquanto uma turba ensandecida os segurava pelos pés, num qualquer tasco igual a tantos outros?
Áiái... living la vida podre.
Felizmente que a gosma em questão não podia estar mais longe deste submundo saloio.  

































O Ibiza gosma é o sand mais chique do mundo, num tom de teal fabuloso, apaixonante, e que brilha como se mica granitada ostentassemos nas unhas. Coisa mais linda da tia Marta!!
Ao contrário de todos os sands que tenho, estes sands da Penélope Luz são meio que aguados. A primeira camada que passamos pode assustar ligeiramente, já que fica uma água semi-transparente na unha, polvilhada de pequenas particulas rugosas, mas muito espaçadas umas das outras. Pensamos, com horror, que vai ficar uma cagada em três actos, e queremos logo chorar e desistir.
Mas não façam isso, bebés!! Não façam porque, de forma milagrosa, a segunda camada deixa a unha super compostinha. De tal forma que a terceira camada é opcional.
Sim senhor, Ibiza assim são outros quinhentos.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Pitadinha - Colorama (Pimentinha)

Olá.
Tudo?
Tudo!
Se há cor que a bebé gosta é deste amarelo esverdinhado meio mostarda, meio sei lá quê. Ainda para mais salpicado destes bichinhos do arroz encantadores! Confesso-me desde já fã aqui do Pitadinha.





























Digam lá se não é fabuloso?! É como se estivesse a comer um ovo cozido e tivesse deixado cair mais do que uma pitada de pimenta preta na gema. Mas não numa gema amarela e forte, como quando está mal cozido, ou quando é estrelado. Não. É aquela cor exacta da gema cozida demais, que até fica esverdeada, acinzentada, do lado de fora. Vá, vocês sabem exactamente do que estou a falar.
E ele é assim. Um amarelo com um cheirinho de cinza, que lhe dá uma tonalidade meio verde, coisa que se acentua com a quantidade de bolaretinhas pretas que o povoam.
Super fácil de aplicar, três camadas para que a cor fique mais forte. Em cada passagem do pincel, que recomendo se faça em leque (nada de toquinhos com a ponta do pincel na unha), total dispersão deste fino glitter. Não é preciso andar a escolher e nem carregar o pincel com  muito verniz para que a unha fique coberta das sementinhas.
No final generosa camada de topcoat para que a superfície fique nivelada, assim impedindo que a ligeira rugosidade roube brilho ao resultado final.
Adorei e estou certa que será dos poucos que irei repetir na vida, porque a verdade é que não tenho outro sequer parecido, quanto mais igual.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

(S)wimbledon - Catrice

Olá.
Tudo?
Tudo!
Chega o calorzinho e o meu povo lá corre a tirar fotografias aos pés, junto à piscina, para postar no Facebook.
Lá estão duas coisas que eu não gosto: pés e piscinas. Sou muito mais gaija de mar salgado e fresquinho do que de poça de água doce, morna, e a cheirar a lixívia.
Fiquemo-nos antes pelas mãos e por este Catrice, cuja cor lembra a de uma piscina. Acho que é um bom compromisso da minha parte.




























Falamos pois de fofa corzinha que oscila entre o verde menta e o azul turquesa. Cor forte, vibrante, super apropriada ao verão. Ainda por cima com o sugestivo nome (S)wimbledon, um trocadilho bem ao estilo da Catrice a misturar o acto de nadar, com o mítico recinto onde se joga o ténis mas que eu sempre confundo com Wembley e os fantásticos festivais de verão de antanho que por lá passaram.
Enfim, trocadilhos e devaneios à parte, esta é uma gosma ultra simpática de aplicar, porque é grossa e pigmentada, dando logo um ar da sua graça à primeira passagem do pincel. Aprecio essa presença marcante num visco. Os mais aguaditos aborrecem-me, embora depois até se consiga um resultado igual no mesmo número de camadas. Mas sei lá, é mais satisfatório quando cobre bem logo à primeira. Dá um certo tesão.
E sim, ele fica com um acabamento perfeito, bem robusto, brilhoso... mas depois tive pressa, meti-lhe bruta camada de topcoat em cima que nem me dei ao trabalho de limpar, na parte que ficou na pele, e o resultado ficou meio feioso e atabalhoado, dando a impressão que estou com as cutículas todas secas e farfalhentas... bolas. Fui tramada por mim própria. Mas nem as cutículas estão secas e nem a gosma é fajuta. Está tudo muito bem e recomenda-se. Era só eu não ter sido uma bandalha preguiçosa e ter dado uma limpa ao topcoat. Mas como é transparente a gente acha que não faz mal e vai-se a ver.... hunf.