quarta-feira, 15 de abril de 2015

Nude Surpreendente - L'apogée (Fantastic Glitter's)

Olá.
Tudo?
Tudo!
Nem só as grandes marcas da vida lançam colecções interessantes e diferentes, para encantar as bebés. Às vezes, aliás, é das marcas que menos esperamos que surgem as coisas mais fabulosas. Lembro-me que quando esta colecção apareceu, lá em idos de 2013, foi a única naquele ano que verdadeiramente me deixou a desejar fervorosamente uns quantos.
http://www.carolemcores.com.br/wp-content/uploads/2014/02/lapogee-fantastic-glitters.jpg
A imagem de divulgação da marca é perfeitamente horrorosa e nem parece que eles querem realmente vender o produto. A realidade é que absolutamente todos os viscos são mais bonitos em pessoa do que nessa foto medonha. Como é que é possível isto em pleno séc. XXI? Mais deprimente que esta qualidade hedionda de imagem só mesmo a total falta de noção acerca do que é um apóstrofo. Fantastic Glitter's? Passámos de um plural para um pronome possessivo PORQUÊ? Temos um grave caso de greengrocer's apostrophe aqui, amigos da L'Apogée. Vejam lá isso que fica feio. Em caso de dúvida é usar o bom velho português para dar nomes às gosmas. Mais seguro e bem mais chique do que aquilo que possam julgar. Abusar de línguas estrangeiras para dar nomes aos produtos é um bocado saloio.
Desabafos à parte, vamos ao que realmente importa e que é tão bom que merecia melhor representação.



























A maioria dos vernizes desta colecção são na onda dos pulguentos mais tradicionais, com glitter preto hexagonal de dois tamanhos em base colorida, mas há uns três que são assim, cheios de pontinhos coloridos, meio metálicos. Para mim são os mais bonitos deles e, de todos, este Nude Surpreendente ganha a taça de fofura do ano.
O nome está bem dado porque eu realmente ficaría bastante surpreendida se o meu tom de pele fosse lilás acinzentado, como é este nude (?!). Talvez numa qualquer galáxia distante este seja o tom de pele dos habitantes de um calhau que gira em torno de uma estrela e tal, mas aqui em baixo só malta que já está a modos que para o morto é que adquire estes lindos tons de semi-esgoto.
Resta-me o conforto de saber que, por mais malucos que sejam com os apóstrofos e tal lá na L'Apogée, a loucura é capaz de não chegar a este extremo. A verdade é que várias gosmas da colecção desbotaram de maneira inacreditável, deixando viscos que seríam cor-de-rosa em tons de roxo, roxos em tons de laranja e nudes, ao que se vê, em tons de cinza e lilás e o diabo a sete.
A verdade é que se ignorarmos a mutação e imaginarmos que este visco sempre foi assim, até que fica uma coisa simpática. Não foi perda total.
Ele aplica-se bem, fecha com três camadas embora seja assim clarinho e meio jelly e tal, e os brilhinhos distribuem-se tranquilamente sem necessidade de os andar para ali a endireitar para não ficarmos com clareiras na unha. Depois é uma boa camada de um topcoat daqueles bem grossos e viscosos e cá estamos nós, com unhas espintalgadas e lindinhas. Gostei.

3 comentários:

Manases Andrea disse...

Love the colorful glitter particles in the classy shade! looks amazing on your nails!

Luanna Ravanelli disse...

uau que lindo!
amei

BeijO :*
Blog Luanna Ravanelli / Fanpage / Instagram

Rosana Rodrigues disse...

Olá =)
Tenho esse verniz e ele é simplesmente lindo! Acho que o meu também já desbotou, mas gosto dele mesmo assim.
Um beijinho,
Rosana

http://eternalfeelingss.blogspot.pt/