sexta-feira, 23 de maio de 2014

Jasmine (647) - Kiko Cupcake

Olá.
Tudo?
Tudo!
Uma das mais gratas surpresas da minha vida foi esta colecção da Kiko.
Ái valhamadeus o que eu odiei isto quando vi os primeiros swatches!
Ái valhamadeus o que eu jurei que jamais iria comprar disto, a não ser que fosse só um para guardar de recordação do acabamento mais fail da história das gosmas.
Ái valhamadeus o que eu acabei por engolir cada palavra e comprar apenas a colecção inteira e amar mais estes dez anões do que os dez dedos das minhas mãos.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
É para que vejam que nunca devemos dizer banzai.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Jasmine (647) - Kiko Cupcake

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
O Jasmine, nome que eu prefiro na sua lígua de origem - Gelsomino - foi, sem dúvida o primordia queridinho desta colecção. De tal forma, que era o único que estava esgotado aquando da minha visita à loja física da Kiko.
É uma base branca, sarapintada azul e laranja forte, como se de glutões de Presto e ovas de peixe se tratasse e eu, particularmente, adorei este animal.
Duas camadas relativamente simples de passar e voilá!
Há uns pequenos truques para que este tipo de acabamento (roughles ou sprinkles) fique bonito e delicado, ao invés de ficar os autênticos trambolhos que vi por essa internet afora e que me fizeram odiar injustamente estes lindinhos.
O primeiro é não exagerar nas camadas. O ideal são mesmo só duas camadas finas. Se atascarem a unha de gosma, o verniz acumula-se de tal maneira que abafa o relevo que deveria ter e fica com um ar empastado e nojento.
 O segundo é fazer a baínha nas unhas. Ou passando com um dedo nas pontas das unhas antes de o verniz secar, ou passando levemente com uma lima após secagem. Assim eliminam as bordas irregulares que lhe dão um acabamento grosseiro.
O terceiro é deixarem secar esta brincadeira como deve de ser antes de tirarem fotos ou tecerem julgamentos.
Só após a total secagem do produto é que o acabamento se revela em todo o seu esplendor.
E pronto. Após estas etapas estão prontas a apreciar a real beleza destes fofinhos e, tal como eu, já podem passar de um "canoijo" a um "quero todos!!".

4 comentários:

saracr disse...

adorei, pessoalmente só usaria numa das unhas como pormenor.

http://beautyshinewoman.blogspot.pt/

Vanessa Silva disse...

Já os tinha visto na kiko mas nunca tinha visto tão bem o efeito como nestas fotos! Fica lindo demais!!! O que me deixa de pé atrás em relação a esse tipo de acabamentos é a dificuldade em remover o verniz porque imagino que destrói sem dó nem piedade o fofinho do algodão!

Beatlemarta disse...

Vanessa Silva, curiosamente remove-se bem melhor do que a maioria dos glitters, por exemplo. Não se tira tão depressa quanto um cremoso, mas não é nenhum bicho de sete cabeças para limpar.

Ju Balbino disse...

sorte a minha nunca ter visto esses swatches horríveis... por outro lado, azar do meu bolso e das minhas lombrigas que adoraram essas coisas fofas! *-----*

bjos