quarta-feira, 26 de junho de 2013

29 - Easy Paris

Olá.
Tudo?
Tudo!
Isto não sei o que é que se passa, mas as marcas de gosma estão a enlouquecer com milhares de lançamentos e novidades e o camandro.
E, se bem que nas marcas "tradicionais" os lançamentos são esperados, sazonais e etc, as gosmas mais baratuchas nunca foram muito dadas a estes devaneios de ostentação. Apareciam quando apareciam, tudo solto e sem grande nexo, e com muito pouco cuidado na apresentação.
Qual não é o meu espanto quando entro num dos meus Templos de Consumo Orientais do costume e se me dou de cara com um mini expositor da Inglot!!
Fiquei com a cara dormente durante uns segundos e pensei até que estava a ter um AVC ou um enfarte, uma vez que perdi a sensibilidade nos braços, chegando a ter um aperto no peito.
Pé ante pé, num misto de euforia e horror, com medo de ter caído por um wormhole adentro e de estar a habitar um bizarro universo paralelo, lá me aproximei do portentoso expositor.
Ufa! Se por um lado é verdade que me desiludi, por outro há que dizer que fiquei a modos que aliviada! O mundo, como o conhecemos, não está a acabar. Mas que está em mudança, disso não restam dúvidas.
O tal expositor era, afinal, um mega upgrade de luxo, da  fajuta marca Easy Paris. Melhor assim.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
que finos, de cabeça para baixo e tal...
O difícil no meio daquilo tudo era escolher.
Há um macete do qual estas marcas abusam. A gente, de uma maneira ou de outra, acaba por já ter aquelas cores todas no nosso espólio gósmico. Se formos a meter umas palas, como os burros, e a ver cada cor individualmente, ficam fofas e tal, mas whatever. Agora se olharmos para as bichas todas juntas, e ordenadas de uma certa e determinada forma, apetece-nos ter TUDO! Pegar naquele arco-íris fulminante, naquela marcha gay em forma de vidros, e enfiar tudo na saca para trazer para casa. Sabem-na toda, é o que vos digo.
No entanto, e como a Easy Paris tem uma fórmula bem pobrezinha, resolvi não fazer um investimento maluco na coisa até ver.
Escolhi meia dúzia de gosmentos e lá me pus a caminho.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
29 - Easy Paris

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
 Nada como começar por uma cena pastel para ver a real qualidade da coisa certo? Assim fiz. Escolhi o 29, azul super clarinho, Glacial feelings, da coisa.
Meninas... como dizer isto?... a aplicação disto é fenomenal! E além de ser fácil, secar rapidamente e não manchar grande coisa, duas camadas bastaram. Sim, leram bem. Duas camadas.
É ou não é de enlouquecer?? Fiquei deveras satisfeita. Não contava com isto. Ainda por cima é de uma cor que as fotografias não representam. É um azul clarinho sim, mas quase que neon, tal é a luz que o ilumina. Fica uma mão tão cute, que só vendo.
Agora a parte má (tinha que haver uma): o cheiro.
Sei que munta bebé não acha este cheiro nada de mais, mas a mim dá-me nojo. Cheira a químicos que normalmente não associo ao fabrico de verniz. Não é que seja mais forte do que o cheiro de um Yes Love da vida, de um Colorama, de um China Glaze, mas é diferente. É um cheiro que me repugna, fazer o quê?? O meu subsconsciente liga este cheiro a produtos de baixíssima qualidade, passiveis de fazer MAIS cancro ainda do que os outros, sei lá...
Felizmente que, com um bom topcoat, lá acabou por perder o cheiro senão, por mais que eu quisesse até fazer um esforço, não conseguiría ficar com isto nas unhas.
Uma vez que o cheiro se dissipa rapidamente (coisa que nem sempre acontece) e tendo em conta a qualidade sublime da textura, secagem, brilho e aplicação, e tendo em conta que estes frascos super féxium, de 13 ml cada, só custam um euro por cabeça, vou ignorar o transtorno olfactivo que me causam e vou ter que recomendar como boa compra.

9 comentários:

Estela Cameira disse...

Epah acho que se visse esse expositor também me daria falta de ar :P
Onde foi que o viste?

beijinhos

Raquel Mendes disse...

E fica lindo nas unhas :)

Margarida C. Santos disse...

E qual é o templo oriental do consumo??? A Malta quer saber

Beatlemarta disse...

É no Templo do costume: ao lado do Pingo Doce à Rua Morais Soares.

Ju Balbino disse...

eu adorei essa cor! :)
realmente nada melhor que um pastel para ver a qualidade do esmalte! ^^

bjoo

Filipa disse...

Já tinha visto alguns na Maria do Alvaláxia mas aí sem dúvida tem muita mais opção de cores, o verdadeiro arco-íris gay!
Olha entretanto comecei a fazer uma colaboração com um blog bem giro lá do outro lado do atlântico mas como é do wordpress ainda não aprendi as funcionalidades todas não sei como te seguir por lá. Como já te sigo pessoalmente achei que não perdia nada em tentar x)

passa lá se quiseres:
http://blog.esmalteriaroyal.com.br/

Patrícia disse...

Eu também passo mal se dou de cara com tantos vidrinhos lindos e baratinhos rs. Principalmente se for de marca que ainda não tenho. Bjo!

Caty disse...

Olá querida! :D
Escolheste um tom mega fofo! *-*
Ainda nao vi esses novos vidros ...


Bujinhos*

Caty<3

http://myfairytale4.blogspot.pt/

Margarida C. Santos disse...

Obrigada!!!