terça-feira, 10 de abril de 2012

Azulejo Português - Risqué

Olá.
Tudo?
Tudo!
Há vinte mil anos que não usava e nem postava nada da Risqué. Sei lá, trauma que ficou da altura em que só havia disto para quem apreciava engosmentar as unhas... gastei uns sete frascos inteiros de Maçã de Amor e Dafne, antes de abrir a pestana para reparar que nem só de cores sóbrias vive a mulher! Que há todo um mundo de azuis, verdes, amarelos e roxos à nossa espera.
A minha primeira grande aventura colorida no fantástico mundo dos vernizes foi através deste velho amigo, o Azulejo Português.      
Confesso que o primeiro apelo veio do nome. Achei o máximo a gosma ter este baptismo peculiar, esta pequena homenagem às cenas que por cá se fazem desde tempos imemoriais... ao mesmo tempo fiquei triste porque logo foram fazer uma homenagem lusa com uma cor que eu NUNCA usaria!! Azul!! Imaginem!!! Tá tudo maluco, ou quê??
Ainda me lembro da reacção do meu grupo de amigas à pergunta: azul nas unhas seria muito mau?
Eiaaaaa, o que a malta não zoou, se revoltou, arrancou cabelos em protesto...
E hoje em dia, vai-se a ver, esta é uma cor sóbria, nada espampanante, e tornou-se até um clássico com muita procura no mercado brasileiro, onde já não existe.
Aqui ainda existe à venda, mas este eu fui resgatar lááá do fundo do Helmer... na volta já até passou do prazo de validade. Sou sincera, nem reparei.
Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Risqué - Azulejo Português

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
Bons tempos em que a Risqué oferecia às bebés cores diferentes, unicas... esta foi sem dúvida uma delas. No entanto, um pequeno reparo: lembrava-me disto como sendo menos roxo e tendo um toque mais plúmbeo na sua composição. Ou algo mudou no verniz ou então algo mudou em mim, mas não me parece ser aquilo de que me lembro... também verdade seja dita que usei isto uma única vez há coisa de dois anos atrás!  
Mesmo assim, com alguma boa vontade, ainda dá para perceber a raiz inspiradora da coisa. Há ali um leve toque de azul acinzentado que evoca as tintas à base de cobalto tão características da nossa azulejaria.
Agora perguntam vocês: mas e ele? É Risqué e tal, não é ralinho?
E eu respondo: claro que é! Não contem com menos de três camadas, quatro se forem menos ninja, para que a obra de arte fique bem cimentada na unhita.
Ele mancha bastante porque é, no fundo, uma águinha de lavar rabos. Mas vale a pena o investimento de tempo, porque consegue ser uma cor diferente de todas as outras que há no mercado. E, apesar dos pesares, é fácil de aplicar. Como é ralinha não ficam riscos nas unhas, nem linha de cutícula muito vincada... é só preciso paciência para usar tantas camadas.  

12 comentários:

Gigi disse...

Sei bem q ele foi um sucesso qdo apareceu né... não é meu forte ele não..


Bjukas!

www.unhasetudo.blogspot.com

gabi gomes disse...

é um lindooo este esmalte, queria achar mais dele, mas descontinuaram mesmo :P o meu está no fim e eu bem burrilda, não encomendei com uma amiga quando ela disse que existia na cidade que ela mora!!!!
minha gatona, um beijo enormeeeee pra ti

Ana Carolina disse...

Nossa que lindo, ele parece um azul caneta né?! haha

Beijoos!
http://simplesglamour.blogspot.com/

Beatlemarta disse...

ANTES DE MAIS, MIL PERDÕES PELO ATRASO NA RESPOSTA AOS COMENTÁRIOS, MAS ANDO A LIVING LA VIDA LOCA, COMO DIRIA O SR. MARTIN.

Gigi: para muitas meninas ele é um supra-sumo da gosma!

gabi gomes: já podia ter dito, né? HUNF! Vou ver se acho mais dele, tá?

Ana Carolina: ele é um azul caneta mas com um cheiro de roxo e um toque de cinza... deu para entender? ajahahahhaha....

' Almanaque das unhas *-* disse...

é lindão mesmo!!
passa la no blog, post novo!! :*

almanaquedasunhaas.blogspot.com

' Almanaque das unhas *-* disse...

é lindão mesmo!!
passa la no blog, post novo!! :*

almanaquedasunhaas.blogspot.com

Ana Sol disse...

Assim como vc este foi o primeiro esmalte que usei destes tons diferentes e também achava que nunca na vida usaria algo parecido. Mas depois veio o Sereia da Impala e não parei mais.
Meu vidrinho de Ajuleijo Português está guardado como relíquia.
Beijinhos

Cláudia disse...

EU tenho um, graças a você iupiiiiii. E já fiz uma misturinha olo com ele magnificae já usei rsrrs. Fiquei louca com ele, amei meu esmalte brasileiro importado dazoropa rsrsrsr.

Beatlemarta disse...

' Almanaque das unhas *-* : lindo né? :)

Ana Sol: ahahaahaha, tal e qual!!! Me revi no seu relato! Foi isso mesmo! Começou com esse e depois veio o Sereia e depois já era!!!! ahahahaa...

Cláudia: oinnnnnnnnn, Azulejo Holo?? Babei aqui só de imaginar!!

coisasqueugosto disse...

eu já vi este marmanjo a passear-se pelos chinatowns aqui do sítio!... hum cheira-me que o vou "roubar" um dia destes.. embora a risqué me queime as unhas, por esta cor até faço as pazes!

beijufas!

Fernanda disse...

É o tipo de azul que eu curto!

Daniela Leonel disse...

Esse Azulejo Português é um clássico dos esmaltes Azuis.
Beijo